Veja como proteger os animais no inverno

“Sim! Os bichinhos de estimação sofrem com o inverno como nós e se não forem protegidos contra o frio também podem ficar doentes”, é o que diz o médico veterinário e fundador da empresa Petlove, Márcio Waldman. “No inverno os pets podem ter problemas respiratórios, como infecções (dentre elas a pneumonia), além de agravar problemas ortopédicos e até cardíacos”, diz o especialista.

Ao contrário dos que algumas pessoas pensam, pêlos e penas não são o suficiente para proteger os animais do frio, algumas medidas devem ser tomadas para garantir que eles fiquem bem quentinhos e evitar doenças. Veja como protegê-los:

Cachorros
No inverno, aqueça os cães com roupinhas e cobertores (Foto: Pixabay)
No inverno, aqueça os cães com roupinhas e cobertores (Foto: Pixabay)

Para cachorros o mais comum é usar roupinhas (confortáveis), caminhas, cobertores e mantas. Se o animal ficar fora de casa, no quintal por exemplo, é muito importante que ele tenha uma casinha ou qualquer outra forma de abrigo para protegê-lo do vento e da chuva. É possível fazer uma casinha até com caixas de papelão, mas jamais deixe um cão ao relento.

Nessa época do ano, não precisa dar banhos frequentemente e nem tosar muito. Quando der banho, que ele seja rápido, nos horários mais quentes do dia e seque bem o pet. Estar bem alimentado e com as vacinas em dia também é fundamental para manter os cachorros livres de doenças. Existem vacinas especificas para gripe canina, que podem ser necessárias principalmente para cães filhotes e idosos, por isso não deixe de consultar o veterinário.

Gatos
Mantenha os gatos nos cômodos mais quentes da casa (Foto: Pixabay)
Mantenha os gatos nos cômodos mais quentes da casa (Foto: Pixabay)

Geralmente os gatos não gostam muito de roupas, nesse caso cobertores, mantas e camas bem quentinhas são essenciais para proteger o felino. Assim como os cachorros, uma caixa de papelão com cobertores pode ajudar bastante a proteger os gatos nos dias mais frios. Para os bichanos que saem sozinhos de casa, é importante que tenha uma porta de entrada de fácil acesso, para que eles consigam entrar em casa quando quiserem e não fiquem presos do lado de fora, ao relento.

Evite que os gatos fiquem nos cômodos mais frios da casa e deixe-os se aquecerem no Sol, mas com cautela. Nada de ficarem muito tempo expostos ao Sol e nem nos horários de pico. Os gatos também devem estar sempre bem alimentados e vacinados.

Peixes
O termostato do aquário deve estar sempre regulado (Foto: Pixabay)
O termostato do aquário deve estar sempre regulado (Foto: Pixabay)

Peixes também precisam de cuidados no frio. Ter o termostato do aquário regulado é essencial para compensar a temperatura mais baixa do ambiente. É importante ficar atento para evitar que a temperatura da água caia.

Pássaros
A gaiola dos pássaros deve ficar livre de correntes de ar (Foto: Pixabay)
A gaiola dos pássaros deve ficar livre de correntes de ar (Foto: Pixabay)

Aves são muito sensíveis ao frio, por isso a gaiola deve estar sempre protegida em local que não tenha corrente de ar. Cobrir a gaiola com uma manta ou cobertor também é uma opção.

Roedores
Casinhas dentro da gaiola ajuda os roedores a se protegerem (Foto: Pixabay)
Casinhas dentro da gaiola ajudam os roedores a se protegerem (Foto: Pixabay)

Para os roedores a situação é semelhante, eles podem ser aquecidos colocando a gaiola em um ambiente da casa mais protegido do frio ou próximo (não muito) a algum aquecedor. Ter uma casinha dentro da gaiola também pode ser uma boa opção.

Répteis
Os répteis devem ficar em ambientes que com Sol (Foto: Pixabay)
Os répteis devem ficar em ambientes com Sol (Foto: Pixabay)

Os répteis controlam a temperatura corporal de acordo com a do ambiente. É fundamental que eles fiquem em locais mais quentes e expostos ao Sol.

Independente da espécie, disponibilize sempre um pote de água fresca, para amenizar o tempo mais seco. E nas casas com aquecedores, é preciso tomar cuidado para que os animais não fiquem próximos demais, o que pode ocasionar queimaduras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *